Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA LEMBRANÇA ETERNA EM MINHA MENTE

                                               A vó Maria (Mariquita)
Posso me levar para tempos longíquos
Quando tinha menos de um metro e meio,
Menos de 10 anos
E um vocabulário de menino.

Posso me levar para incontáveis dias,
Onde esperava a saída da pré-escola
E olhava por entre as fendas do muro da escola
O rosto de minha avó.

18h era a hora que eu saia da pré-escola,
Ai que saudade daquele tempo...
Quem nunca teve uma avó
Não sabe bem o que é ser neto...

Agora que trago 33 anos de vida,
Nessa última quinta-feira
Chorei como um menino.
Não porque minha avó partiu,
Porque todos partem um dia,
Mas porque se trata de um destino

Que divide...

O que podia
Do que não pode mais ser,
O que voava
Do que não mais voa,
O que era
Do que já foi.

Talvez nessa quinta-feira,
Meu avô veio com velocidade urgente,
E pegou-a novamente como nos grandes filmes...

21h dessa quinta-feira,
Tentaram reanimá-la,
O coração dela bate mas vida já não há completamente.

Seu coração quis dividir-se entre lá e aqui
E tentou por meio de batidas despedir-se
Quando não havia como estar em dois lugares.

Na quarta-feira recebi o abraço,
Mais estranho de minha vida,
Era o abraço-tchau,
O abraço-adeus,
Breve como os segundos
Eterno até o fim de minha vida.

Udo
Enviado por Udo em 10/11/2007
Reeditado em 22/06/2008
Código do texto: T730965

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Marcelo Udo - http://recantodasletras.uol.com.br/autores/udo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Udo
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil
294 textos (18796 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 21:47)
Udo

Site do Escritor