Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

futuro que ainda não veio

Sou a lembrança do passado;
Sou a certeza do presente;
Sou a esperança do futuro...

Tenho em mim algo que procuras...
No intimo do ser que repudias...
Você próprio...
 
Sou vicio que destrói...
Se não souberes como me apreciar...
Sou ouro;  sou prata
Sou o tudo...sou o nada

Tenho em mim a certeza do amanhã...
Pois controlo o ontem e o hoje...
Sou  a vida na mais plena liberdade...

Vôo longe como um pássaro de fogo...
Carrego em minhas asas
A força da  juventude e a
Sabedoria da velhice

Sou como o vento...
Que sopra a todos  os lugares
“Aos quatro cantos”...
levando sempre as boas novas
de um novo tempo...

Minhas palavras ferem...
Cortam como o aço da navalha...
Se ditas de forma comum...
Para alguém fazer sofrer...

Porém tem o poder de
Construir um mundo novo
Se forem ditas para
Alguém fazer sorrir...

Estou no sorriso da criança...
No olhar de um ancião...
Na esperança do ventre de
Uma futura mamãe...

Sou a luta de um trabalhador...
Que faz de sua vida...
Constante  labor...
                    SCORPION
                   28/01/2004
scorpion
Enviado por scorpion em 18/11/2005
Código do texto: T73180

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (silas de souza). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
scorpion
Rio Claro - São Paulo - Brasil, 47 anos
7 textos (673 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:33)
scorpion