Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Planos



A FILOSOFIA DA MORTE
DANDO ADEUS A ENTES QUERIDOS

A VIDA SEM CORTES
AMEAÇA ABRIR MAIS FERIDAS

LONGE, MAIS UM DIA NASCEU
AQUI, JÁ SE FEZ NOITE


UM INOCENTE MORREU
DE TANTO CALOR

AS GELEIRAS DERRETEM-SE
SÓ A IMUNE GELADEIRA DE MINHA ALMA, CONSERVA
UM CORAÇÃO EM VIAS DE DETERIORAÇÃO

ENQUANTO A CIDADE DORME
OUTRA CALAMIDADE OCORRE

PONHO FOGO EM MINHA PRÓPRIA ALMA
ESPERO O SOL QUEIMAR SEUS BILHÕES DE ANOS
ENQUANTO ISSO, REFAÇO OS MEUS PLANOS.


Gustavo Adonias Bastos
Enviado por Gustavo Adonias Bastos em 18/11/2005
Código do texto: T73356
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Adonias Bastos
Salvador - Bahia - Brasil, 41 anos
11 textos (388 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:38)
Gustavo Adonias Bastos