Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dueto: Marco Bastos & Regina Lyra - poema do desassossego – poema do impedimento


E se a aurora fosse agora //meu amor de outrora
e eu acordasse do teu lado // não te deixaria sossegado
fizesse teu céu no meu lençol // na minha boca dava um nó
e te desse o Sol dentro do beijo // indo pelo ar_pejo
e te beijasse iluminado?// Veria o céu dourado...

O que seria do meu peito // enroscado ao teu
e do teu corpo no meu leito//faria amor perfeito
e do teu sonho tão sonhado//sorriria dobrado
ao ver que a vida se escoa// enquanto estou a toa
como o sol no seu ocaso.// Meu corpo ao teu lado...

seria tudo diferente// no instante presente
se a gente sem esperança// olharia para ti
quisesse sempre ser criança// pelo menos na lembrança
tu com as tuas tranças// passaria nas mãos
e eu com o meu pião.// Dobraria o cordão...

mas tudo por acaso // nada diria ao lado
foi feito desse jeito // seria no rosto sonhado
passageiro tão fugaz// meu bilhete contumaz
o amor que amo por inteiro// não é derradeiro
voa nas asas do albatroz.// Desejo outro beijo...

o albatroz por outro lado// seria o rei do encanto
voa inteiro o oceano// procurando contraponto
até encontrar no seu mergulho//  o alimento da raiz
o sol que não se pôs// vento que soprou
- só no mar da vida se afogado.// o cabelo enroscado...
Regina Lyra
Enviado por Regina Lyra em 12/11/2007
Reeditado em 23/11/2007
Código do texto: T734372
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Regina Lyra
João Pessoa - Paraíba - Brasil
418 textos (13762 leituras)
1 e-livros (86 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 04:00)
Regina Lyra