Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Respiração boca a boca

Por átrios e ventrículos,
Meu coração ainda bate.
Dos alvéolos e brônquios,
Eu ainda respiro,
Por onde carros e tratores ainda passam,
Minha pele me protege,
Pelos asfaltos e prédios, das massas cinzentas e dos furacões congênitos,
Meu corpo pede por alivio,
Dos olhares seus mais ardilosos,
Minha mente para e eu me consumo.
Entre meningites, cáries, acidentes vasculares cerebrais,
Infartos e gonorréias,
Eu ainda busco o ar rarefeito,
E a vida não sai do cartaz do cinema.
PINDORAMA
Enviado por PINDORAMA em 20/11/2005
Código do texto: T73785
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
PINDORAMA
Três Rios - Rio de Janeiro - Brasil, 31 anos
8 textos (187 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:26)