Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VERMELHO


                          O frango degolado
                          e sua queixa rouca,
                          a rosa no ladrilho
                          hidráulico, formando-se,
                          o gosto ruim na boca
                          e uma trova mineira
                          abafando o escarlate
                          esvoaçar de penugem
                          saudosa de ser branca.
                          Pinga sangue na xícara:
                          a morte cozinheira.
                          -----------------------
                          Pinga sangue das minhas veias
                          E engulo em seco o meu grito

                                            (EU E DRUMMOND EM DUETO - O POETA
                                             PERMITIRIA)
Sempre Poeta
Enviado por Sempre Poeta em 15/11/2007
Código do texto: T738501
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sempre Poeta
Londrina - Paraná - Brasil, 54 anos
24 textos (1374 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 00:36)
Sempre Poeta