Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vampiros Arlequins

Não podemos sair por aí
nas noites de nossas glórias.

Vampiros nos esperam
à porta de suas retóricas.

Disfarçados de arlequins,
máscaras venezianas carmins,
os vampiros nos espreitam
qual Séraphin.

Seus lábios de cetim
a pronunciar palavras
em versos diversos,

 a contar histórias
de tantos universos,

hipnotizam-nos
e nos mantêm
submersos.

Anestesiam-nos
com salivas
a respingar no cérebro
absorto.

Os antídotos para seus venenos
não são palavras obscenas,

mas sair de cena,
abandonar a arena,
e serenar poemas.




Rocio Novaes
Enviado por Rocio Novaes em 22/03/2005
Reeditado em 23/03/2005
Código do texto: T7415
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rocio Novaes
Curitiba - Paraná - Brasil
203 textos (55093 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:23)
Rocio Novaes