Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como um dia eu prometi

Nada do que existe mais me basta!
Eu quero coisas novas,
inigualáveis,
inexistentes até que eu as descubra,
que eu as invente,
e desse modo esquecer tudo o que houvera
como se nada tivesse sido até então.

Quero entrar em gestação
e que ao fim da estação
eu encontre o limiar de uma nova era,
e que dentro de mim saia uma nova vida,
uma vida nova,
e que a minha, deixando de importar,
deixe mesmo de existir,
deixe até de incomodar,
que se acomode em mim,
assim, por fim,
tudo o que não foi perfeito,
bem-feito, sem jeito,
que não tem conserto.

E que nessa nova vida
eu possa então ser tão feliz
como eu me prometi.

 

Lucas Castro
Enviado por Lucas Castro em 20/11/2007
Reeditado em 12/10/2008
Código do texto: T745278

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Lucas Castro e o site www.eporfalarpoesias.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Lucas Castro
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 56 anos
157 textos (6162 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 16:23)
Lucas Castro

Site do Escritor