Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mas foi bom

Mas foi bom ter estado aqui,
apesar de tudo,
e apesar de nada,
e na verdade não há nenhum pesar,
nada que pese,
que, passado, não seja mais leve
(as únicas coisas que restam com o passar do tempo
são as lembranças e a saudade,
que nem mesmo eternas são).
Mas foi bom ter visto com os olhos
o que desconhecia com o coração,
ter sentido na pele o frio das tuas entranhas,
o calor de outro Sol,
que é o mesmo e tão diverso.
E mais eu queria ficar,
ou talvez nem quisesse,
que importa o meu querer
se são tantos os deveres que ainda tenho a cumprir?
(São tantas as estradas da vida,
das vidas, quem sabe,
ainda por percorrer).
E sigo então viagem
(pois viajantes somos todos),
reencontrando pessoas e passados,
planejando futuros abstratos
que nunca são como planejados,
e nem poderiam ser,
e a tentativa tola de planejá-los
faz parte da nossa adolescente personalidade humana
e o Deus, os deuses, com ela nem se importam
apenas condescendentes, permitem que o façamos.

Lucas Castro
Enviado por Lucas Castro em 21/11/2007
Reeditado em 12/10/2008
Código do texto: T746729

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Lucas Castro e o site www.eporfalarpoesias.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Lucas Castro
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 56 anos
157 textos (6162 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 12:49)
Lucas Castro

Site do Escritor