Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUEM PEDIU?


Leram meus devaneios e noticiaram ovacionarias...
No pouco já importa o que realmente dizias...
Não transpareço minha dor pra servir de iguaria...
Aos pudores relatos de maneira exibida...

Se calas, no pouco mostrou-me entendido...
Se dizes, no pouco, espero sentido...
Meu tempo só meu, releio relatos...
Dos impressionistas de eras arcaicas...

Me ponho a rir...
Nem de você nem de ninguém...
Me ponho a rir...
Dos entendidos que exageram em ser...

Somente cobaias de seus egos fracos...
De suas pressões ao descrever fatos...
Do cotidiano de maneira envolvente...
Não passa de lixo como todos os subseqüentes...





Outro Eu
Enviado por Outro Eu em 24/11/2007
Código do texto: T750978

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Outro Eu
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 35 anos
35 textos (2092 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 22:21)
Outro Eu