Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMOR

Receio este silêncio
Que o meu coração me impõe.
Receio esta saudade
Que é carência do que desconheço.
Receio a suavidade que a sua voz
Impregna no meu ouvido
Receio a pergunta que seus olhos me fazem.
Gosto destes receios.
Temo que se tornem medo
Medo de mim que nunca temi nada
novembro, 2002

Deusa Urbana
Enviado por Deusa Urbana em 24/11/2007
Reeditado em 14/09/2017
Código do texto: T751179
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deusa Urbana
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
108 textos (4172 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 04:04)
Deusa Urbana