Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PESCADOR DE PALAVRAS

Pescador de palavras eu sou,
e nessa pesca divina e milagrosa,
no mar da vida, aventurando eu vou.

Nas águas da fantasia e da imaginação,
lanço meu barco, atiro redes, anzóis e iscas,
pesco sonhos e alegrias, plenitude e emoção.

Com as varas de superna poesia,
peixes raros vou buscando pelo mundo:
peixes-palavras, peixes-rimas, peixes-versos, peixes-utopia.

Pesco justiça, pesco paz e compreensão.
Pesco liberdade, abundância e verdade.
Pesco sabedoria, pesco fé e compaixão.

Pesco a perfeição, a humildade e a pureza,
a lealdade, a determinação e a coragem.
Pesco a harmonia, a união, a alegria e a beleza.

Pesco a esperança e pesco também o céu,
pesco tantas coisas boas e bonitas
que nem cabem todas aqui nesse papel.

Finalmente, busco o peixe de maior valor:
em mergulho profundo, bem no fundo do coração,
pesco em versos o brilho supremo do Peixe-Amor.

Pescador de palavras eu sou.

(José de Castro, 25/11/07)
 ------------------------------------------------

(Poema dedicado a toda a equipe do Colégio Nossa Senhora das Neves, de Natal/RN, e às crianças dos 1ºs anos do Ensino Fundamental de 2007)



José de Castro
Enviado por José de Castro em 26/11/2007
Código do texto: T752919

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José de Castro
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 69 anos
2301 textos (685580 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 07:37)
José de Castro