Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Contraditório

Não sei se abandonei a poesia
ou se fui por ela abandonado,
mas sei que agora
sigo condenado
a viver corpo sem alma,
fogo sem chama,
como se fora possível
um viver tão contraditório.

Mas, embora desesperado,
me contenho,
depois que as raízes secam,
murcham, morrem, são sufocadas,
o resto é questão de tempo,
de um tempo que na verdade não tenho,
mas que ainda assim devo esperar

Lucas Castro
Enviado por Lucas Castro em 26/11/2007
Reeditado em 13/10/2008
Código do texto: T753466

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Lucas Castro e o site www.eporfalarpoesias.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Lucas Castro
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 56 anos
157 textos (6178 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 02:24)
Lucas Castro

Site do Escritor