Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como não te amar
(Dedicado a Lú – a preciosa rosa do pequeno príncipe)


omo não te amar,
amar-te tanto,
embriagar-me em teus encantos,
teus entretantos,
e não me perder entre teus encantamentos.

Mas como te amar
contra tantos contratempos,
perdido em tantos pensamentos,
são tantas questões banais,
são questões vitais.

Não posso te amar
e nem deixar de te amar,
na mesma proporção ambas questões me desafiam.

Mas este teu olhar me contagia,
me diz que te amar é a solução,
que seja então,
que seja paixão,
perdida na confusão da minha vida,
que seja a minha vida
perdida na emoção de te amar.

Que seja amor,
que seja sempre amor,
que seja eterno,
que seja para sempre terno,
que seja como uma canção
que sem querer para ti eu compus.

(e mesmo que eu nem possa
ser assim feliz,
que feliz seja a tua vida).

Lucas Castro
Enviado por Lucas Castro em 26/11/2007
Reeditado em 14/01/2009
Código do texto: T753477

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Lucas Castro e o site www.eporfalarpoesias.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Lucas Castro
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 56 anos
157 textos (6162 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 07:02)
Lucas Castro

Site do Escritor