Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REDUZIDO


O ar
desta noite parece frio
e tento correr
pelas ruas e
rir
de todas as tragédias humanas
de todos os atos da minha juventude
e zoar
da velharia poética.

Mas
eu recordo
a primeira vez que vi o sol,
eu estava caminhando em uma descida
e me afastei do local onde estava
e fui até um banco público
e meditei por horas
olhando aquela bola de fogo brilhar
sem nenhum segredo

foi algo como tirar um pano dos olhos
e usar uma lupa,
ele parecia tão alto
e vivo,
algo que para necessariamente
brilhar não
precisava de ninguém.

Foi a única vez que me dei conta
de meu espaço
de meu tamanho
aqui no chão.

Leo Linares
Leo Linares
Enviado por Leo Linares em 24/11/2005
Código do texto: T75520
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leo Linares
Goiânia - Goiás - Brasil, 30 anos
25 textos (1158 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 01:58)
Leo Linares