Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MOLDURA

Vejo-me emoldurado e já gasto,
amarelado pelos anos.
Acho graça das vestes,
dos penteados, dos rostos.
Meu olhar tomba ao se ver no tempo,
também triste.
Olho a tua, a minha, as nossas, todas,
antigas caras.
Saudade me invade a alma!
Limpo com tato e carinho a poeira da vida.
te afago, te beijo, te abraço.
Te sinto tão perto,
Justamente nos momentos em que
me sinto tão só.
Falo contigo nos olhos de ontem,
para dizer te amo!
Apesar do tempo.
Pois sei que um dia, TAMBÉM, serei apenas moldura
guardada no coração de alguém.
Ernesto Braga
Enviado por Ernesto Braga em 27/11/2007
Código do texto: T755282
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ernesto Braga
Canoas - Rio Grande do Sul - Brasil, 53 anos
73 textos (2111 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 15:56)
Ernesto Braga