Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu descobri uma das cores de amar

                                             

No tortuoso mapa
do meu coração
desenhaste uma flor
(roxa: tanto como é roxo o afeto,
e é roxo o dia quando mistura suas cores).

Teu corpo — à deriva em nosso mar de lençóis,
ancorou em meu cais. Fez
do meu pequeno mundo um porto mais alegre.

Em retribuição: eu, artista que não sou, tentei pintar
um arco-íris em teus olhos.
Bobagem. Tua retina já é uma janela de amor.
Jorgito
Enviado por Jorgito em 28/11/2007
Reeditado em 05/02/2008
Código do texto: T756636

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorgito
Bento Gonçalves - Rio Grande do Sul - Brasil, 34 anos
62 textos (1935 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 01:09)
Jorgito