Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MELODIA DESACORRENTADA


Melodia desacorrentada
Ciducha

Sempre serei tua, ainda que não toque a melodia!
Ainda que o tempo, insano, ingrato e lento
nos torne solitários demais...
Ainda assim, serei tua!

Também preciso de ti
precisei tanto, por tanto tempo!
Chamei tantas vezes... nunca me ouviste.
Mas eu te ouvirei, prometo!
Registro tal promessa neste poemeto.

Sou como os rios, que correm todos para o mar
mas já cheguei... não vais chegar?
Estou nos braços aconchegantes do mar
em noites escuras e frias
ou em lindas noites de luar
sempre... eu e o mar!

Volte... volte sempre que quiser
estarei a te esperar,
como a praia espera ansiosa
as ondas que vão chegar...

18/10/2007



Obs: poema inspirado na música:
Unchained Melody
 
Ciducha
Enviado por Ciducha em 29/11/2007
Código do texto: T757223
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ciducha
São Paulo - São Paulo - Brasil
221 textos (10248 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:43)
Ciducha