Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOMEM EM PÓ

                                   
                 O homem é a fortaleza em pó.
                           Pó, apenas pó.
                        Poeira que tem vida.
                    Poeira que tem sentimento.
                      Poeira que tem ternura.

              Pó da ternura sentimental da vida.
                     Vida que dá vida à vida.
               Homem que é filho e mãe da vida.
                            Ora suicida.
                           Ora homicida.

                   Do pó surgem as palavras.
                          Doces palavras
                Da boca de quem as verbalizam.
                        Amargos sabores
              Nos ouvidos de quem as degustam.

                        Castelo derrocado.
              Ao vento, as partículas do coração.
                    No peito um grande vácuo.
                             Somente dor.
         Ausência de matéria, dor em constância.

                    O homem busca repousar.
                                Insônia.
                               Reflexão.
                                  Ira.
                         Oração e perdão.

                       O vento agora sopra
                        Em sentido oposto.
                      Fragmentos de coração
                            São reunidos.
                     Renasce do pó o homem.

                      Adormece e acorda pó.
                 O Pai permitiu que a fortaleza
                        Fosse reconstruída
            Para tornar-se coluna em seu castelo.
        Pois, só o oleiro é capaz de modelar sua obra.
CARLOS PEREIRA
Enviado por CARLOS PEREIRA em 29/11/2007
Reeditado em 29/11/2007
Código do texto: T757257
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deverá citar a autoria de Carlos Alberto Pereira da Silva). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CARLOS PEREIRA
São Félix do Araguaia - Mato Grosso - Brasil, 49 anos
20 textos (852 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 16:09)