Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pierrot

As pessoas me vem feliz e sorrindo,
sempre alegre, a todos divertindo.
Como posso, tanta alegria causar,
E meu peito, um coração a chorar.

Tal qual Pierrot, em seu picadeiro,
alegro a festa,  me dou por inteiro.
Faço truques e  dou cambalhotas,
pareço invisivel, pouco me notas.

Mais uma noite se vai, mais gente feliz,
me ponho em meu canto, retiro o nariz.
Uma lágrima escorre, borrando-me o rosto,
Ah tristeza! Não abandone seu posto!

Por detrás da pintura, chora o palhaço,
perdido na vida, juntando os pedaços.
Um homem triste e sem coração,
dilacerado na vida, perdido em paixão.

Vivo minha vida, a esperar Colombina,
solidão companheira, talvez seja minha sina.
Divertir e chora, eis minha missão,
nada mais que um amigo, um palhaço, um bufão.
Tecendo Arte
Enviado por Tecendo Arte em 29/11/2007
Código do texto: T757556

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tecendo Arte
São Paulo - São Paulo - Brasil
19 textos (111 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 01:15)
Tecendo Arte