Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O que foi então?

Murchou a flor, ou nunca foi
o que agora, disforme, contemplo?
Cessou a canção, ou nunca se cantou
o que agora, ruído, eu ouço?

O que houve então de verdadeiro
no que agora eu vejo desmentido?
Foi tudo nada, ou quem sabe, mais preciso,
na realidade o nada é que foi o todo?

Perdeu-se tempo e cores e acordes e sonhos,
em intermitentes gotas de esperança?
Ou perdeu-se mais, se bem que ainda não se saiba
o que, de tudo, foi perdido?

Mas sabe-se que se perdeu, e não foi pouco,
o que para sempre está perdido, do que antes se buscava.
E a flor que nunca foi, e a canção jamais cantada,
e os olhos perdidos numa linha qualquer do horizonte?

E as cores desbotadas em cada anoitecer,
e as sensações perdidas em cada despertar?
Quem há de me restituir os anos contados
nas palmas das minhas mãos, nos calos do meu viver?

E a luta incessante, covardemente perdida
contra o caminhar sem fim dos ponteiros do relógio?
E os números acumulados na minha calculadora,
tentando achar intermináveis soluções para os problemas?

E o caminhar frenético da caneta no papel,
tentando roubar de mim emoções em forma de poemas?
Diga-se simplesmente: "ao lodo!", "ao lixo!"?
"Às profundezas mais profundas das desilusões!"?

Sim, de fato é tão simples que pateticamente não aceito
que para cessar a dor é necessário que surjam outras,
e a flor que não é flor, e a canção jamais cantada,
encontrarão, por fim, razão para ser o que de fato nunca foram.

Lucas Castro
Enviado por Lucas Castro em 29/11/2007
Reeditado em 13/10/2008
Código do texto: T757590

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Lucas Castro e o site www.eporfalarpoesias.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Lucas Castro
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 56 anos
157 textos (6162 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 02:51)
Lucas Castro

Site do Escritor