Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOCE RECANTISTA

Exata seria esta maneira...
No mais triste, distância, estreita...
Suores, perfume em doses perfeitas...
Cansada, deitada, em meus braços, adormeças...


Entraste em meu mundo de forma coesa...
No texto sugiro aconchego...
Percebo seus gritos de forma calada...
Ou papéis que lhe servem de estrada...


E noites lhe vestem de “escuro’...
E a mesma claridade diária...
Que corta nossos mundos...


E fica o desejo aprisionado...
Rendido ao querer tão mal explicado...
Talvez em teu catálogo agregado...
De romances inacabados...


Nem bem o sol se espreguiça...
Ponho-me a olhá-la, detalhes...
E minhas antigas obras servindo de enfeite...
Destas escritas que falam da gente...

Outro Eu
Enviado por Outro Eu em 30/11/2007
Reeditado em 12/03/2014
Código do texto: T758659
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Outro Eu
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 35 anos
35 textos (2092 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 16:00)
Outro Eu