Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

terrorismo

TERRORISMO
Um anjinho passou no caixão
E não era um jogo de demônios
Minhas pupilas curiosas
Não percebem maquiagens de produtos
Revi um caso macabro
Meu coração bateu medroso
Síndromes de coisas novas
Sombrio
Anuncio de morte por dados
Azar do meu coração
Que bateu confuso
Como vou me prevenir?
O cemitério aproximou-se de casa
Não entre em pânico!
Sem ordem
O corpo não mente
A mente se contorce
Ela ainda diz “boa noite”
E anima velório
Enquanto há centenas de escolas estrategistas de guerra
Mergulhado no mal
Anormal
Faz de conta de teatro de terror
Roupa limpa acabando
Ei Deus!
Dê um jeito
Ao menos no meu coração,
Que ainda bate confuso.
catrofe
Enviado por catrofe em 02/12/2007
Código do texto: T761717
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
catrofe
Montes Claros - Minas Gerais - Brasil, 38 anos
39 textos (823 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 01:13)
catrofe