Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Recreio



Calado, me vejo perto.
Calando-me, me vejo a sós contigo,
E, não é isto que eu quero.
Sentado no meu cantinho
Bocejando com carinho
Horas cansadas com os amigos
É que vejo o quanto precisamos um do outro.
São pessoas que trazem consigo
Uma vontade incrível de viver, de crescer,
São vontades que dormem
A partir do momento criança
Até à adolescência.
Se o que quero é bandeira,
Levo-me por tantas bobeiras
Neste lindo despertar,
De maneira que a partir desse momento
Unidos pelo pensamento
Caminharemos juntos.
São sonhos que vejo reais
Mesmo que com isso os meus ais
Se faça ouvir nos porvir.
É o pouco instante que tenho
Para que neles eu possa pensar melhor,
É a cigarra que toca insistente
Chamando-me do meu consciente.

Vicente Freire – 16/09/1982.
Vicente Freire
Enviado por Vicente Freire em 04/12/2007
Código do texto: T763872

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vicente Freire
Belford Roxo - Rio de Janeiro - Brasil, 63 anos
280 textos (22901 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 07:16)
Vicente Freire