Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema ausente

Horas há em que, teimosa,
A pena recusa-se a escrever
Um verso que está há tanto tempo
Saltitando na minha cabeça.
O verso surge bruto,
Revestido das sensações do instante.
A pena não quer lapidá-lo
E torná-lo compreensível.
Penso o instante e não o descrevo.
Sinto o momento e não o traduzo.
As horas se passam e as sensações se somam.
No papel em branco,
Milhares de instantes perdidos.
Shirley Carreira
Enviado por Shirley Carreira em 26/11/2005
Código do texto: T76453

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Shirley Carreira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
271 textos (19341 leituras)
10 áudios (2666 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:41)
Shirley Carreira