Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Crepúsculo

Horas que passam...vão amortecendo
E quebrando a  luz do dia,
Dando lugar à noite, escurecendo,
Fechando o dia numa agonia.


Fecho os olhos de pupilas dilatadas
E sonho com giestas de hastes erguidas
No meio de estrelas amontoadas;
Doce quimera de realidades perdidas.


Noite sublime e cheia de mistério
É toda de poema para me embalar
Com sua escuridão e todo o etério


Ternamente me transmite paz
Que aos  poucos em fumo se desfaz
E, em prece, minh’alma grita p’lo luar!!!

Odete Simões
Enviado por Odete Simões em 05/12/2007
Código do texto: T766259

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Odete Simões). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Odete Simões
Portugal, 91 anos
68 textos (408 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 00:36)
Odete Simões