Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

tu és...

A primeira letra escrita por uma criança...
A espectativa de um preludio...
O fato dos lírios...
O caminho no meio da pedra...
A prosa dos ébrios...
O sorriso irracional dos sãos...
A palavra finalmente proferida...

Um sim...
Um não...

A aversão dos hedonistas...
O campo-santo dos dogmas...
A alcova para os escrupulosos...
O intuito dos alquimistas...
O axioma dos hipocritas...
A moral das parábolas...
O descanço no sétimo dia...

A fome...
A sede...

A metáfora inevitável...
O realismo romântico do parnasiano...
A poesia incompreendida...
Os dedos em um cego...
A ponta da língua...
A fobia do libertino...
A incoerência do niilista...

Um devaneio...
Um suspiro...

A essência da metafísica...
As lágrimas de um estóico...
O platonismo em Ovídio...
O calcanhar do egocentrista...
O punho cerrado do parvo...
As lenbranças de um ancião exânime...
A luz do outro lado da caverna...

O insólito...
O possível...

A cegueira de Homero...
O vinho nas vêias de Dionísio...
A ode dos sátiros...
O furor das ninfas...
O lirismo dos adolescentes...
A arma na mão de um jovem sofredor...
O ponto final da carta de um suícida.
werther
Enviado por werther em 27/11/2005
Código do texto: T77227
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
werther
Fortaleza - Ceará - Brasil
4 textos (153 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:12)