Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Silêncio das Pedras

Odeio-me
Quando tudo foge
O alento
O gozo
O canto.

Os dias emudecem
Sem criar arte alguma
Sem pensar no que pode acontecer
Na alegria ausente
Tristeza presente
Anulo-me.
Até o rio, meu amigo
Ignora-me.
Não marulha pra mim
A cachoeira entristece
As pedras calam
Não dialogam comigo.
Falta-me sede
Para beber a água
Que escorre e chora
Junto comigo.

Juraci de Oliveira Chaves
Pirapora  MG
Juraci Oliveira
Enviado por Juraci Oliveira em 25/03/2005
Código do texto: T7755
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juraci Oliveira
Pirapora - Minas Gerais - Brasil
90 textos (7879 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:24)
Juraci Oliveira