Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SETE CHAVES

Das pedras recolhidas fiz abrigo
Agora reflito contra o espelho
O futuro dorme em cada circunstância
E nossas sombras são os nossos erros

Você diz que naufragou em terra firme
E que desvendou todos os segredos
Você diz a força é o que não te domina
E seu maior inimigo vive em você mesmo

Das ruínas dispersas fiz caminho
Das palavras incultas fiz conselho
Nada nos falta à beira do perigo
E tudo que preciso é de mim mesmo

Quando a multidão cabe em um só
Você diz "não sou prisioneiro"
E nada faz sentido onde estamos
Errantes entre o centro e o meio

O que teremos quando não tivermos coragem
E não baste o sim, o talvez e o não
O que teremos enquanto estivermos presos
Nas grades da nossa própria indecisão  
Franciane Cruz
Enviado por Franciane Cruz em 03/12/2005
Reeditado em 31/01/2007
Código do texto: T80338
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Franciane Cruz
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 36 anos
43 textos (2527 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:52)