Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Teu me Querer tanto.

O Teu me Querer tanto.
Vanderli Medeiros

O teu querer, anjo meu,
é o mesmo que acalento também...
E nem percebias que o teu querer
ia ao encontro do meu.

Precisou de um viver longo em agonia,
Um Ateneu de trovas, chistes e poesia,
mirando-nos, ao longe, entregues à apatia,
para que os anjos saíssem de sua letargia
e promovessem esse reencontro;

Para sabermos que nosso querer
era maior do que sabíamos,
abrindo nossos olhares,
como se rasgam os mares,
para vermos o quanto nos queríamos.

Te quero tanto também,
Que o infinito fica pequeno
para medir a extensão desse querer bem...
Quero ser essa brisa vadia
ou uma simples maresia
que toca os lábios que desejo tanto.

Inveja tenho do sal
que, misturando-se, às gotículas de teu suor,
percorre, displicente, teu corpo,
provocando-me ciúmes de fazer dó.

Te quero tanto, que a força de meu querer
Te fará, se preciso for, cruzar os 7 mares,
Capitaneando em plena tempestade,
'Inda que num barco a vela,
entre cabos, roldanas e manivelas,
e, ao meu lado, tua âncora descansar.

Desfazendo-se, para sempre, entre nós,
todas as barreiras e fronteiras
desta e de outras eras.
Por isso vieste, nesta vida, como um nauta de guerra.
Vanderli Medeiros
Enviado por Vanderli Medeiros em 23/12/2004
Código do texto: T807
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vanderli Medeiros
Barra do Garças - Mato Grosso - Brasil, 50 anos
145 textos (29482 leituras)
2 e-livros (252 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/16 19:28)
Vanderli Medeiros