Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sensibilidade Inútil

Toda sensibilidade é inútil se o corpo ao qual se prende tal sentimento é feito de traças e um passado carcomido, sem forma nem gosto, sem rosto sem casca, e na escuridão desse apodrecimento inevitável ainda achar graça do vento que rasga a pele frágil senil. E o não querer destas ações que corroem por dentro as vias do coração que teme o sim e não, inflado de ódio brotado num corpo minado de exclamações. Não há porque correr, pois não há como escapar do dilaceramento vindouro que esta a bater a porta incansavelmente e mesmo depois de tudo, ainda verá que sensibilidade é inútil para um moribundo.
Juliano Rossin
Enviado por Juliano Rossin em 07/12/2005
Código do texto: T82127
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Juliano Rossin
Curitiba - Paraná - Brasil, 33 anos
64 textos (3953 leituras)
1 e-livros (8 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:46)
Juliano Rossin