Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Asas de corvo

Vem o sol
E logo deixa a verdade transparecer
E isso fere-me muito
Mas, a lua chega
E logo refugia-me
Bebo...
Bebo o vinho e...
Não esqueço
Não esqueço que enquanto mostro meu sorriso
Muitos choram e gritam
Posso ouvir seu grito de misericórdia.
Perfeição...ela se encontra longe de alcance.
Moramos no mundo
Um mundo insano
Onde, em busca de solução, guerreamos.
Não quero mais ouvir de tí.
Deixe somente, e buscarei em seus olhos.
Mas, os seus estão cansados.
Cansados de tanta hipocrisia.
Mas não se renda!
Lutemos! Reaja!
Vamos caminhar...
Mas, nosso solo pode desmoronar!
Desmoronar junto a nossos sonhos.
E então, jamais poderemos saber se tornarse-ão realidade.
Vamos adiante, não precisa ter razão.
Só precisa de escolha e própria imaginação.
Ouvir as vontades do coração.
Porém se for enganoso,
Lembre-se que foi enganado;
Por sujeitar-se a ter uma vida.
Onde as escolhas é você quem as faz.
Somos mais e termos mais.
Se pensarmos menos
Sem palavras, sem planos, sem ilusões.
Voe adiante como um corvo à caminho...
Sob a luz do luar
Para lá chegar e junto estar.
Permanecer em um mundo de mistérios, por desejar.
Pronto a nunca desvendar...
 
Morgan
Enviado por Morgan em 11/12/2005
Código do texto: T84292
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Morgan
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 29 anos
5 textos (95 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:10)
Morgan