Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Badalada

I
Tin Tin Tin Dom
Tin Tin Tin Dom
"Mulher se foi".

II
Tim Dom
Tin Dom
"A vez do Homem".

III
Tim Dom Tirin Dom
Tin Dom Tirin Dom
"Adeus Criança".

IV
- Sino de ouro,  por que tocas a morte?
Som triste, marcado em Milho verde
As badaladas anunciam:
"Alguém se foi, alguém se foi..."

V
Havia um tempo em os sons
Avisavam as crianças:
"Hora da Escola, Hora da escola"
E outras horas, os católicos:
"Reza na Missa, Reza na Missa".

VI
Agora o som do sino
É só história no Vilarejo
Pequeno distrito do Serro
Milho Verde dos contos,
Dos causos dos moradores.

VII
As montanhas guardam a música
E inspiram as quedas d' água
Num horizonte azul e cristalino
As piabas nadam entre as visitas
E o descanso faz morrer o fardo
A água da nascente lembra a vida.

VII
- Aguardem moradores, o sino irá bater!
Mas antes que minha badalada chegue
Há uma imensidão de rios, cachoeiras
e muitas histórias para conhecer.





 
Brenda Marques Pena
Enviado por Brenda Marques Pena em 29/03/2005
Reeditado em 03/01/2008
Código do texto: T8457
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Brenda Marques Pena
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
266 textos (18083 leituras)
2 áudios (268 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:25)
Brenda Marques Pena