Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PEDRAS TÃO ANTIGAS

que são macias, aveludadas,
lisas como uma cachoeira.


De cor cinza prateada, quase chumbo,
ficam salpicadas, coloridas,
naqueles dias da Festa,
iluminadas de alegria,
molhadas de folia.


Sábias pedras
agüadas e lavadas
pela dança das luas
ao som dos maracatús.


E lá vem o Boizinho
com a menina portando seu estandarte
enquanto de longe,
sombranceiro e atento,
o amante lhe acompanha.


E lá vai o Boizinho
correndo as velhas pedras conhecidas,
brincando de criança pelas vielas,
molhando apaixonados
que ora beijam, ora dançam,
enquanto as bandas tocam,
mesmo após as luzes coloridas
que iluminam as ruas noturnas,
até pela madrugada,
no raiar de um novo
dia de carnaval.
dvorah bee
Enviado por dvorah bee em 17/11/2004
Código do texto: T86
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dvorah bee
São Paulo - São Paulo - Brasil, 53 anos
26 textos (2744 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/16 20:48)