Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espelho da vida

Olho no espelho da vida
e vejo o que perdi e o que ganhei;
os momentos de felicidade e de tristeza.

Peso tudo na balança da vida e vejo
o que perdi, mas ao mesmo tempo ganhei.

Ganhei a maior riqueza que um ser pode ter,
duas pedras preciosas, as mais belas,
as mais raras as mais valiosas de todas elas.

Por elas lutei, chorei, sofri, fui feliz e infeliz,
mas por elas valeu toda a dor e sofrimento.

Hoje tenho a liberdade; a liberdade de poder voar
acompanhada das mais belas e requintadas pedras preciosas,
a que dou o nome de "minhas filhas".
Débora de Andrade
Enviado por Débora de Andrade em 15/12/2005
Código do texto: T86162

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora de Andrade
Portugal
58 textos (3727 leituras)
10 e-livros (199 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:46)