Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Jaz aqui um amor...

                                    (Uma carta de despedida)

De repente aquela música que era tão longa
Terminou sem nem ao menos eu percerber
Então, eu sugiro, que agora, você escolha uma bem melancólica

Eu sei, que dói... E eu estou na fossa
Mas não consigo te amar como antes...
Porque agora eu sei que você nunca existiu...
Não como eu te amava, mas como eu não conhecia
Eu amei uma idealização e beijei muitas vezes um desconhecido

E tudo o que eu mais quero, é te esquecer
Não porque você está com outra,
mas porque eu nunca te amei,
Era um desconhecido que eu beijava

Eu queria te fazer entender mil coisas maravilhosas
Queria que você viajasse a cem países
queria te ouvir contar muitas histórias
Mas não era você, porque você nunca quis

Eu tinha mil planos, uma casa com cerca branca talvez,
E rosas vermelhas no meu aniversário
Quem sabe filhos, correndo e derrubando tudo
Mas não era você quem estava lá... Você só tinha sonhos

Eu sentia um amor sublime, poderia ser por você
Mas eu tive dúvidas...
Será que o cinema não influenciou?
Ou as músicas românticas?

E agora, o que ficou, depois que eu te disse adeus?
Morreu tudo, e nem me dói a sua falta
Me dói a falta do que nunca esteve aqui...
Porque isso nem é um poema.
Jule Santos
Enviado por Jule Santos em 18/12/2005
Reeditado em 07/01/2006
Código do texto: T87562
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jule Santos
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, 29 anos
234 textos (13253 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:09)
Jule Santos