Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vigília

Quando não aparece a idéia
Os olhos ficam atentos
Qualquer paisagem, qualquer fotografia.

Os ouvidos saem em busca
De sons
Podendo até ser dissonantes

O tato quer versejar
Tocar a seda
O corpo de uma mulher
Segurar o ar

E a idéia não nasce.

O paladar caça um novo sabor
Busca nos blocos de construção
No teatro de Virgílio
No cálice de vinho

A idéia esgueirando-se
Foge, sem ao menos ter sido sentida

O olfato, o implacável,
Busca na terra molhada
No mato recém cortado
No mar.

A idéia veio numa barquinha
Acompanhada de corais
Harpeada por uma bela sereia
Deijair Miranda
Enviado por Deijair Miranda em 21/12/2005
Código do texto: T88865
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Deijair Miranda
Pojuca - Bahia - Brasil, 41 anos
116 textos (5515 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:23)