Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NANÁ

TANTO FAZ

Tanto faz
ou preto ou branco.
Prefiro mais
o seu encanto.
Tanto faz
ou ignorante ou inteligente.
Prefiro mais
ser diferente.
Tanto faz
ou pobre ou rico.
Prefiro mais
ser destemido.
Tanto faz
ou eu ou você.
Prefiro mais
o amanhecer.
Tanto faz
ou bom ou ruim.
Prefiro mais...
Aí é você quem decide!



VAMOS

Vamos viver
na eternidade de querer,
assim como sorrimos
quando os sonhos são como a felicidade.
Vamos morrer
na tristeza de não querer,
assim como choramos
quando a felicidade se acaba.



NANÁ

Naná no mar,
num banco a sonhar,
estranhos na rua a se enganarem.
Naná no céu, numa nuvem a voar,
estranhos no inferno a se enganarem.
Naná na terra, num carro a passear,
estranhos na lua a se enganarem.
Naná sozinha num lugar,
estranhos cegos a se enganarem.
Naná a amar,
estranhos em dúvidas a se enganarem.
Naná pensando nesta coisa estranha,
estranhos pensando que a Naná é estranha.
Estranhos a se enganarem e
Naná a chorar.


ELAINE BORGHI
verão de 2005


ELAINE BORGHI
Enviado por ELAINE BORGHI em 27/12/2005
Código do texto: T91026

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor (Elaine Borghi) e o link para o site www.recantodasletras.com.br/autores/elaineborghi). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ELAINE BORGHI
Campinas - São Paulo - Brasil, 42 anos
56 textos (1486 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:17)