Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fragmentos

Agora eu quero ver quem tem estrutura
Para segurar o sopro do dragão
Permitir-se ser afogado
Sangrado a ferro e fogo

Queremos saber quais são os olhos
As bocas e toda a carne
A não se fundir
Não se destruir

Tudo está dissolvendo
Decompondo-se
Tudo que está por vir
Já veio.
E agora não é o fim
È o princípio
Sempre é o princípio das coisas.
Deijair Miranda
Enviado por Deijair Miranda em 29/12/2005
Código do texto: T91556
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Deijair Miranda
Pojuca - Bahia - Brasil, 41 anos
116 textos (5514 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:49)