Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FORÇA VAGA – DÉBIL –

Volto a filosofar
a ver o medo lá fora
a sentir o frio aqui dentro
sonho a esperança
depois de ter desistido
recomeço a sorver
sentindo o medo lá fora
na minha força fraca
aqui estou eu
a sentir a frialdade
cantando a dor de ser “ser humano” – débil –
esperanças...
a estrada limpa segue
suas curvas me esperam
chamam-me para a nova luta
para a perda anunciada
– volto a filosofar –
crendo na vida e no mundo
a coragem santa dos loucos
acredito em mim
em somente mim
na força vaga
estou de volta.
                            (01/08/2004)
Ozimar Júnior
Enviado por Ozimar Júnior em 29/12/2005
Reeditado em 25/07/2008
Código do texto: T91664
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ozimar Júnior
Canindé - Ceará - Brasil
39 textos (805 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:52)
Ozimar Júnior