Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BRILHANTE




Pela janela, de um dia... Que ninguém viu.

Dois olhos na mesma direção
Faces diferentes...

Estavam ali olhando... Mas ninguém viu

A distancia do sol
Enquanto ele se despedia...

Alguém se esqueceu deste detalhe... E não viu

Enquanto alguns momentos únicos
Entravam no bolso do horizonte

Muitos com pressa, passaram rapidamente... E não viram

Fraca, amarela quase morta.
Pra nascer branca após algumas horas

Pelo horizonte... Que talvez alguns poucos viram

Do tamanho de um desejo
Com a força de olhares calados

Que esquecidos dos dias que passam... Não viram

Por uma folha que secou, e caiu!!!
Pela página isolada de um dia que virou...

Por algumas pequenas preocupações... Deixaram de ver

Seu reflexo cansado no espelho
O sol dando adeus, pela vidraça...

Amanhã nascerão novamente... E ninguém verá.


...
Diego Navarro
Enviado por Diego Navarro em 04/01/2006
Código do texto: T94151
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Diego Navarro
Londrina - Paraná - Brasil, 35 anos
17 textos (579 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:23)
Diego Navarro