Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem paz

A paz não é mais minha amiga
Sem paz no raso ou no fundo
A paz viajou sem quem siga
A paz se despede do mundo

A guerra chegou pra ficar
E queimou toda a paz que havia
Não bastando o mundo tomar
Queima agora o seio da família

A esperança é perene, eterna
Mas, fraca, gosta de quebrar
Esperança é a chuva que seca
Vai longe e demora a voltar

Mas fim é a certeza que temos
O fim para tudo ele chega
O fim vem de tempos em tempos
Renovar velha natureza
Lauro Bart
Enviado por Lauro Bart em 06/01/2006
Código do texto: T95085
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lauro Bart
Campinas - São Paulo - Brasil, 32 anos
7 textos (229 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:53)
Lauro Bart