Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONHOS


Como posso ignorar o sonho,
Abster-me da razão de ser
E compactuar com a solidão,
Que perfaz o destrato da alma?

O que fiz de minha vida,
Sempre à tua sombra,
Respirando o teu perfume,
Engabelando o coração?

Mas é assim que sei viver,
Perseguindo a utopia,
Rompendo o invólucro
Que envolve o teu amor.

A que fim se destina minha alma,
Aprisionada a reminiscências
Que não se concretizaram
Em outras vidas inúteis?

E continuo a vislumbrar situações,
Apegado às imagens torturantes;
Absorto em delirantes sonhos
Que não se parecem como antes!





Paulo Izael
Enviado por Paulo Izael em 07/01/2006
Código do texto: T95660
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Izael
São Paulo - São Paulo - Brasil
206 textos (27424 leituras)
1 áudios (171 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:42)
Paulo Izael

Site do Escritor