Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU FILHO AUTISTA

Meu filho me morde
Quando tem fome ou dor.

Mas não é uma fome qualquer
Que qualquer alimento a sacie.

É uma fome indecifrável
A marcar meu corpo,
Com seus dentes frágeis.

E não é uma dor qualquer,
Que um remédio alivie.

É uma dor que me ameaça,
Por não saber curá-la,

Uma dor que me comove
E move, em meus olhos,
Lágrimas impotentes.


E depois, em seus lábios inocentes,
Abre-se um sorriso daqueles
Que só uma criança sabe sorrir,
Com seu olhar sorrindo também.

E eu, como mãe, observo-o feliz
Por tê-lo assim, agora alegre.

Mas triste, por tão incompreensível,
 Fazer-me mistérios de seu ser.

Meu filho me morde de arte,
Espelha-me a insensatez
De nossa sorte.

Livra-me das convenções
De vida ou morte.

Meu filho autista
Dá-me o mote
À ilusão de artista.
















Rocio Novaes
Enviado por Rocio Novaes em 04/04/2005
Código do texto: T9820
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rocio Novaes
Curitiba - Paraná - Brasil
203 textos (55204 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/02/17 13:59)
Rocio Novaes