Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mentiras

Palavras, minhas palavras mudas,
Fábulas desnudas, confusão de meia idade...
São histórias loucas, tão absurdas,
Horas são mentiras, outras são verdades...

É um mantra, que por vezes desdenho,
No meu universo sem traços ou cor...
Das incertezas que eu sei que tenho,
Entre paralelos e lágrimas de dor...

Quero ser hipócrita ou poeta?
Não acredito que só exista amor!
Na poesia em que a palavra se completa,
Eu morri de frio, em meio ao calor...

Porque não encontrei nenhum sentido,
Não encontrei a trama de nossa história!
Não entendi o embargo ao qual fora submetido,
Desse lapso solto em minha memória...

Quiçá eu encontre a fuga no tempo farrapo,
Que se espalha em minutos na vastidão!
E que em sua história eu seja príncipe ou sapo,
Na mentira ou verdade, do seu sim ou não...
Anjos ou Demônios
Enviado por Anjos ou Demônios em 13/01/2006
Código do texto: T98281
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Anjos ou Demônios
Salvador - Bahia - Brasil, 47 anos
16 textos (538 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:36)
Anjos ou Demônios