Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Canto ao Recanto

Aos nomes que nos acolhem
em recanto que abole cismas,
paradoxos que nos tolhem,
levam as cinzas.

Em telas de encontros
cada qual em seu canto,
prisma.

Saber difundir um tanto
das palavras,
elucidar mantras,
desbravar Alcântara.

Portos sem segurança
a espreguiçar perigos.

Correr riscos
e alcançar rabiscos
de carvão.

Nenhuma sentença
em vão.

Todas nos recolhem
na lareira profunda
a convergir nossos olhos.

E a propagar
em nossas retinas
rimas de apegos,
aconchegos, chamegos
à estrela guia

dos poetas aprendizes.
dos poetas que dizem
luas, vínculos, ruas.

Almas nuas
circulam poesias:
as minhas, as nossas,
as tuas.











Rocio Novaes
Enviado por Rocio Novaes em 05/04/2005
Código do texto: T9932
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rocio Novaes
Curitiba - Paraná - Brasil
203 textos (55088 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:29)
Rocio Novaes