Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sereno madrugador

Desceu suave e sutil...
Como sedoso véu
ao tocar a pele,
cobriu a vida,
agora, silenciosa,
de forma generosa e gentil,
molhando-a de frescor
com beijo quase morno,
beijo quase frio,
deitando-se sobre ela,
e sobre esquálida relva
da urbana e agitada selva,
pousa na flor delicada
e faz-se em falsa lágrima,
deita-se em outros campos
que um dia ou que jamais verei,
despede-se à chegada do astro-rei
inundando a vida de cor.
Sereno madrugador, serenando me serenou.
Regina SantAnna
Enviado por Regina SantAnna em 22/01/2006
Código do texto: T102283
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Regina SantAnna
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
24 textos (1397 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:52)
Regina SantAnna