Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

meu coração maldito

As lágrimas que escorrem por meu rosto,
são de saudades,
saudades do teu gosto, do teu beijo,
saudades de ouvir teu coração junto ao meu...

Ah, essa solidão maldita, que me arrebenta
em mil pedaços,
ah, quem sou eu, nesse mar tão vazio,
quem sou eu nessa onda de saudades...


Onde estarás agora?
Acaso, estarás também ouvindo esta musica triste,
e pensando em mim?
Estarás também com olhos marejados, mordendo os lábios,
lembrando do quanto foi bom e maravilhoso?

E se acaso estiver pensando em mim, porquê não me liga?
Deixa esse orgulho, deixa dessa arrogância,
vem viver,vem amar... vem me amar...

Nos dias de chuva fico lembrando de nós dois,
abraçados junto a janela, vidros embaçados,
no quarto nosso cheiro... o cheiro do amor..

Contigo não fiz amor, senti o amor...
Te disse tantas vezes, não falo a palavra amor,
é uma palavra muito vendida, prometida,
não deve ser pronunciada tão facilmente,
tem muito valor,
é uma palavra sagrada...

Mas tu me disses, e eu acreditei,
e agora choro de saudades suas,
tu me dissestes,é para sempre,
o teu sempre já acabou...

Ah, meu coração maldito,
tantas vezes me cuidei, não queria me apaixonar,
porque eu sabia, no final tudo é ilusão... é só saudades e dor que ficam...
sim, só saudade e... dor...


Ah, se eu pudesse tirar esse coração maldito,
e trocá-lo por outro, algum que não sentisse o que esse sente,
um outro "cuore" que não se emocione ao ver seu retrato,
algum que não sinta falta de você.


Talvez eu ande descalço na neve,
talvez eu também pregue uma estaca nesse coração maldito,
pois deveria ser seco e sem sangue,
assim nada sentiria...

Ah, que dor essa saudade traz,
mas como me livrar disso tudo, pois apesar da dor
esse coração maldito, ainda assim, insiste
em acreditar em teu amor, no amor que um dia prometeste ser eterno...

Não cairiam mais minhas lágrimas,
não marejariam mais meus olhos,
isso tudo eu conseguiria com outro coração,
mas sem esse coração, será que eu conseguiria te esquecer?

Trocar de coração, é trocar de amor, é se libertar dessa saudade?
Ah, minha linda, o que fizemos foi tão errado assim?
você sofrendo em seu canto,
e eu aqui, sozinho, contando minha dor em rimas mal
equilibradas, que suportam meu pranto...

Que destino é esse que me deu esse coração Maldito,
que bate descompassado quando o telefone toca,
imaginando que seja você....

Um dia será que vou conseguir me livrar desse coração maldito, que insiste em amar quem trocou meu amor por
situação econômica?
Um dia poderei crer que existe realmente algo mais que dor no amor?




Ivair Antonio Gomes
Enviado por Ivair Antonio Gomes em 29/01/2006
Reeditado em 29/01/2006
Código do texto: T105432

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o email xstranho@pop.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ivair Antonio Gomes
Palhoça - Santa Catarina - Brasil, 47 anos
169 textos (104795 leituras)
8 áudios (23947 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:02)
Ivair Antonio Gomes