Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dói na alma

Fui absorvendo tudo
até o que era miudo,
sou depósito,
isso é lógico.

agora já estou cheio,
nem eu mesmo creio,
abusei muito,
mesmo com intuito.

preciso descarregar,
tenho que cagar,
que dor de barriga,
to até com lumbriga.

e agora o que fazer,
não consigo nen correr,
tamanha a vontade,
que barbaridade.

caguei demais,
estou em paz,
cumi baiacu,
pobre cu.

o papel é reciclado,
e ta todo amassado,
parece uma lixa,
dói na alma.
Não
Enviado por Não em 20/04/2006
Código do texto: T141988
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Não
Pedro Osório - Rio Grande do Sul - Brasil, 30 anos
14 textos (697 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:28)
Não