Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CAMINHO DAS ÁGUAS

Na chuva que cai
Nas nascentes jorrando
Límpida e pura se esvai
Nos vales serpenteando
 
Rios, cachoeiras e ribeirões
Sinuosos entre as colinas e prados
Nas montanhas entre os grotões
Ou nos açudes alagados
 
Atravessando áreas poluídas
Ou em vales profundos do deserto
Montanhas geladas ou terras áridas
Continua sempre em rumo certo
 
E nessa incansável caminhada
No encontro do mar arrebenta
Era pura e mansa, agora é violenta
Era suave e doce, agora é salgada .

JMariaM

NOTA: Como podem perceber, esta poesia não é minha. É de uma pessoa amiga que reluta em publicar no Recanto. Era poeta na sua adolescência e foi com essa pessoa que "peguei gosto" pela arte. Diz, agora, que não guardou escritos daquela época e não sentia motivação para recomeçar. Mas, por insistência minha, acabou por fazer esta e me mandou para apreciação. Divido-a, portanto, com vocês. Não fui autorizado a isso, mas sei que nossa amizade está acima de qualquer mal-entendido que porventura pudesse vir a ocorrer. Além do mais, os comentários serão avaliados pela autoria original, que acompanha minhas publicações e receberá com carinho suas manifestações. É o primeiro de uma série que certamente virá... de preferência na sua própria escrivaninha! Agora que já está motivado, vamos torcer pela sua empolgação...

OBS: Se quiserem acessar direto: http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=8025
Lourenço Oliveira
Enviado por Lourenço Oliveira em 15/06/2006
Reeditado em 26/12/2009
Código do texto: T176027
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lourenço Oliveira
Salesópolis - São Paulo - Brasil
1277 textos (109630 leituras)
23 e-livros (1394 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:43)
Lourenço Oliveira